Posts Tagged ‘religiões’

01 de Novembro

novembro 2, 2010

Olá, pessoal do Blog,

resolvi postar hoje parte de um estudo que estou preparando aqui. Espero que a leitura seja chocante na medida certa e, sobretudo, que te leve a reflexões e a conclusões práticas relevantes sobre Jesus e esse negócio maravilhoso e complexo que é viver como Ele.

Abração,

Thiago

 

Eu desafio você

 

A pensar (comigo e consigo), reconhecer (verdades e mentiras a seu respeito) e reagir (violentamente).

A relevar as diferenças entre pessoas, ser maduro e passar 1 ano inteiro sem brigar, ainda que em momentos de tensão. A nunca devolver um palavrão, a sempre se calar quando a palavra não for boa para edificação. Ou seja, se for pra amaldiçoar, fique quieto. O diabo não tem boca própria neste mundo. Não permita que ele use a sua.

Eu te desafio a EXECUTAR PRIMEIRO as coisas que você acredita, com sucesso, por um bom tempo, para depois abrir a boca para ensinar, ministrar, cantar, cobrar dos outros…

Eu desafio você a ter uma família equilibrada e a manter a calma com quem te conhece e te provoca. Eu desafio você a superar a falta de pai e de mãe, as brigas de pai e mãe, os erros de pai e mãe, porque Pai maior é Deus e o único que pode te ensinar a amar de verdade, porque ele quem inventou o amor e, talvez, seus pais nem o conheçam. Talvez você seja o único que possa apresentá-lo a eles.

Eu desafio você a amar mais os mendigos, os meninos de rua, e a entender melhor sua insistência, sua inconveniência, quando pedem, porque a fome não espera, muito menos o vício, a dependência química, o desespero que é a pobreza (material e espiritual). Eu desafio você a fazer qualquer obra social que seja FORA DA IGREJA, porque igreja não é ONG, nem uma “associação divina do desencargo de consciência”: “Eu dou meus dízimos e missão cumprida”. “Eu participo do evangelismo e missão cumprida”. “Eu freqüento os cultos, missão cumprida”…

Eu desafio você a orar de olhos abertos, a profetizar e ver cumpridas suas profecias pelo menos 3 vezes consecutivas. A deixar o pensamento positivo, a se rebelar contra a ansiedade das coisas não resolvidas. A deixar de imaginar Deus no céu e Jesus pregado na cruz, porque eles já mudaram de endereço e agora querem uma CONSCIÊNCIA pra habitar, entendeu? Seu coração, seu Eu, suas emoções, suas idéias, suas palavras, sua vida é o novo endereço de Deus.

Eu desafio você a ser santo, a deixar de se fazer de vítima, dizendo que “Deus” te fez de carne e a carne é fraca, porque mais fragilizado e massacrado que você foi Jesus, que nesta mesma carne fraca e cheia de tentações deu um tapa na cara da morte e partiu no fim dizendo “Eu venci o mundo”.

Eu desafio você a mudar a vida de alguém. Mostrar Deus a alguém de uma forma tão evidente que não sejam necessárias discussões sobre religião. Simplesmente contagiar alguém com seu estilo de vida. Fazer UM discípulo SEQUER (lembre-se que a bíblia usa o termo “ide e fazei discípulos”, no plural), ou seja, alguém que decida viver como você vive, por reconhecer que é um jeito melhor de viver.

Eu desafio você a amar, amar, amar, cultivar amizades verdadeiras, pra ver se esta organização que chamamos de “corpo de Cristo” tem alguma esperança, no meio de tanta podridão, falso amor, sorrisos artificiais, moralismo barato, muito discurso e pouca prática, famílias esburacadas, casamentos na carne viva, jovens depressivos, solitários, viciados, escapistas, gente se fechando pra relacionamentos e se escondendo, outros pulando de galho e galho em busca de um amor duradouro, outros que simplesmente não se LEMBRAM, não conseguem LEMBRAR que a bíblia diz que NÃO HÁ MÉRITO EM AMAR QUEM SE GOSTA! AME OS SEUS INIMIGOS!

Eu desafio você a se enxergar! Se enxergue! Veja que você ainda tem a boca suja, a mente podre, ódio enraizado na alma, viciado por lixo, deficiente nos valores sobre namoro, família, dinheiro, honestidade, responsabilidade, trabalho… Eu desafio você a ser o primeiro político honesto, o primeiro estudante que não pesca, o primeiro homem que não olha pra a mulher sensual que passa, a primeira mulher que domou a TPM,o primeiro pobre completamente feliz, o primeiro rico que vendeu tudo e dividiu com os pobres, tudo isso por amor a Deus.

Eu desafio você a ser melhor um dia depois do outro. A terminar cada ano com sobra de resultados positivos. A demonstrar que sabe a bíblia não diante da platéia, com microfone na mão ou dançando pra lá e pra cá, cheio de caras e bocas, mas SENDO, DE VERDADE, BOM EM TUDO, porque isso é abençoar. Ser bom pros outros. Você é o aparelho, a bíblia é o manual. Entre saber o que o manual diz e saber USAR o aparelho bem há uma enorme distância.

Eu desafio você a confiar menos na sua oração e na oração dos outros por você e mais em Deus. Eu desafio você a pedir mais para os outros do que para si mesmo. A perder o sono com uma causa que não seja sua, que não envolva o que comer, o que vestir, onde morar, alguém pra amar, alguém que você odeia… A entender que a Fé é crer nas coisas que não se vêem mas se esperam na outra vida, e não materializar essas coisas em bens, trabalho, relacionamentos que você ainda não possui.

Eu desafio você a se tornar uma pessoa que sempre é recebida, em qualquer lugar aonde vá, com sorrisos e comemoração. Uma pessoa amada e amável, que é Luz onde passa, que é convidada sempre e nunca força entrada, que se é melhor em alguma coisa, é em saber que “todos erraram e estão distantes de Deus” e que tem que trabalhar dia e noite para corrigir isso.

Eu desafio você a ter um namoro pra valer, onde Deus seja não aquele que diz “não pode fazer isso”, “não faça aquilo”, mas sim um objeto de afeição em comum tão grande pros dois que aprendam juntos a agradá-lo, e jamais ignorá-lo.

Eu desafio você a se lembrar pra sempre de pelo menos 3 dessas coisas ditas, e a se tornar um exímio praticante de pelo menos uma; desafio você a começar a viver 10% das pregações que você ouve, 5% dos e-mails religiosos e vídeos que lê e vê, 1% da bíblia que você conhece (ou sua fé é tão morta que você nem ouve mais o espírito gemer?).

Eu desafio você a entender que o amor de Deus, na pessoa de Jesus, nunca quis que você seguisse uma religião especifica. Deus só queria que você fosse uma pessoa melhor. Que amasse. Olhe ao redor: O amor está morto. Eu te desafio a, como Jesus com poder imenso fez a Lázaro, mandar rolar a pedra do impossível e fazer o amor reviver.

O mal que há no mundo pode te desafiar dia e noite, questionar sua fé, abalar suas certezas, mas é DEUS QUEM TEM O MAIOR DESAFIO a ser aceito por mim e por você, um desafio que provavelmente vai tomar sua vida toda, suas energias, vai te deixar esgotado, muitas vezes cansado, perdido, em crise… mas que vai te dar a maior recompensa de todas: Vida Boa, Vida Eterna!

Anúncios

Jesus. Além da Religião.

agosto 4, 2010

Eu já pensei serem as religiões portas. Muitas portas que levariam ao mesmo Deus. Mas então me lembro de Jesus dizendo “Eu sou o caminho… ninguém vai ao pai senão por mim” (v.Bíblia, L. João, cap. 14).

A religião é a moldura do quadro ? Em que a moldura atrapalha ? A moldura não é uma obra prima, mas nós tendemos a considerá-la assim. Transformamos em Intocável o superficial, muitas vezes esquecendo o sentido da obra, resistindo quando ela precisa de uma nova moldura que a ampare, afinal, o mundo muda, as molduras mudam, só a verdadeira arte continua insubstituível.

Jesus está nas coisas simples, no amor entre pessoas iguais ou diferentes, nos gestos do espírito, na bondade não ensinada, como a bondade das crianças, não imposta (daí “necessário nascer de novo”, v. João 3;  e “Deixai vir a mim os pequeninos…porque deles é o reino de Deus”, v. Lucas 18).

Jesus está contido na religião ? Não. Se estiver, quando faltarem as velas, cessa a misericórdia que atende aos pedidos. E se não houverem escadas enormes, cessa a conquista do favor e da graça. E se não houver dinheiro para dízimo, cessa a prosperidade prometida.

A religião segue regras morais. A moral é o juízo de valor da conduta humana. E não preciso dizer que Jesus não está preso à ela, afinal, ele não era um homem comum, era um homem em contato direto com Deus. Isso é assustador. Jesus era assustador. Andava com a escória, era mais sábio que qualquer mestre e, como missão póstuma deixou-nos um desafiador “sejam santos porque eu sou santo” (v. Levítico 11).

Difícil?

“No mundo vocês terão dificuldades,

mas tenham ânimo, eu venci o mundo”.

(últimos conselhos de Jesus  antes de sua morte, v. João 16)